+55 84 4005.0505

DIGITAL HEALTHCARE

DIGITAL HEALTHCARE

transformação digital está por toda parte e a internet das coisas (IOTInternet of Things) em conjunto com a cibermedicina (telemedicina), APPS E WAREBLESS, tem revolucionado o mercado de saúde em todo o mundo.

A transformação digital na saúde apresenta um universo de possibilidades, que impactarão para sempre a maneira como enxergamos o tema e aumentarão grandemente a capacidade de prover tratamentos cada vez melhores.

O mercado de saúde digital tem ganhado considerável atenção de investidores no Brasil e no mundo a fora e ainda não viveu seu momento de grande disrupção, a exemplo do que aconteceu com os setores de entretenimento em casa, transporte e hospedagem.

Enquanto no Brasil startups como Vitta, Dr.consulta e SaúdeControle recebem  aportes consideráveis e grandes fundos como Gávea e Pátria ampliam sua fatia neste setor, no exterior as giant techs Google, GE, Apple, Amazon, IBM e Intel também adquirem startups e desenvolvem tecnologias próprias para o cuidado em saúde.

Num mercado que já movimenta R$ 500 bilhões anuais no país, tais fluxos de investimento estão relacionados a duas fortes tendências supranacionais: a crescente digitalização de processos e serviços – haja vista o enorme campo a ser desbravado nas clínicas e hospitais de papel e caneta – e o envelhecimento populacional nos países desenvolvidos e em desenvolvimento, que pressionam a indústria por mais e melhores tratamentos e soluções para qualidade de vida.

Uma vez que a missão fundamental da maioria das instituições de saúde é cuidar e salvar vidas – missão que envolve uma rede complexa de profissionais, instalações e fornecedores a ser gerenciada – não é incomum encontrar instituições de boa assistência, mas de gestão não tão eficiente, com grande potencial de otimização por processos e uso de tecnologia digital, gerando ganhos de qualidade e redução de custos.